sábado, 14 de maio de 2011

Auto-Piedade



A auto piedade pode servir como parâmetro do quanto um alcoólico/drogadicto possa estar recaindo.

Embora seja difícil dizer ‘’quem está ou não recaindo ou em recuperação!!’’

Se você for dependente químico e quer saber se você é forte; experimente entrar em recuperação!

Posso afirmar!

Caso não consiga prontamente, não desista! Alimente-se das  buscas que devem ser feitas para fortalecimento e conhecimento; daí para  a  prática de um contextual compromisso e o desenvolvimento ocorrerá.

Não gostaria que se ofendessem com o que penso, mas: ‘’nas drogas não é possível ser forte’’.

Com o uso nocivo de qualquer droga, o organismo enfraquece, bem como todo meio social que se vive.

Dá para entender e justificar a ida de cada indivíduo  à sua primeira experiência com drogas.

Pelas razões que todos sabemos!

E por outras que não sabemos a fundo, mas que tem por base situações de aprovação de um grupo, curiosidade, influência e até dentro do próprio lar!!

Álcool é droga!!

A auto piedade domina um individuo de uma forma em que ele tenha pena de si mesmo.

Mas há um enredo em torno deste ‘’teatro inconsciente’’ que sugere o pensamento de que o pobre coitado do mundo é ele próprio!

Ato tolerável numa abordagem, por exemplo, já que -  senhores profissionais –  o sujeito estava até horas atrás usando drogas…

Que precisão  de uma entrevista poderá haver com ele?

Evidentemente todo o contexto narrado pelo dependente químico será envolvido com altas doses de falsa solidariedade e verdadeiras manias de depreciar-se,  muitas vezes sem perceber.

Penso diferente, por exemplo, dos elementos  que como eu, salvos hoje;  não dão mole a esse processo maluco!

E se o dá; luta para dele sair!

Essa luta é que vale a pena!

 E a força para lutar vem da ajuda ao próximo.

Seja ele alcoólico ou não. Seja quem for!

Desde que nossas tentativas não sejam em vão!

Só saberemos se foi; depois de ajudar!

Gostaria de lembrar que cada um define ajuda ok?

 Neste caso fica evidente que a tentativa é intervir no uso compulsivo em determinados momentos. Frear esse uso compulsivo!

A auto piedade pode acabar com uma vida.

Muitas pessoas vivem  experimentando tal sentimento.

Tal angústia.

Dela,  muitos dependentes não  têm conseguido se desprender, e assim sendo não permanecem sóbrios por muito tempo.

Que dirá em recuperação!

Lastimavelmente esse comportamento mantém  a resistência e a negação, impossibilitando um  tratamento regrado. Disciplinar. De difícil autonomia!

Usar drogas é escolha!

Não tem mais essa de papai, mamãe, meu carrinho, minha amante, meu padrasto, meu cachorro, minha mulher, minha ex- mulher, minha namorada, meu chefe, meu patrão,  meu vizinho, minha tia, meu prédio, a rua em que moro, a cortina e o sofá que estão na sala, o telefone, o presidente, o meu time, o time dele, Deus, o governo, o mundo, o Homem   (como se fossemos macacos ), e por fim argumentar sobre a de vastidão que o uso vem causando nas próprias vidas como se fosse tudo somente doença!

Somos de tudo um pouco!

Menos macacos!

Mas nos tornamos  menos que macacos ao justificarmos o uso, depois de tanto tempo, tantos anos…  com tanta dor e sofrimento e  assim continuarmos  insanos!!!

Tornamos difícil distinguir o que é sofrimento e trauma,  do que é auto piedade verdadeiramente!

Coitados…

Coitados?

De nossos pais, ex – esposas, namoradas, chefes…

Como já afirmei num texto enquanto eles não dormiam, muitos de nós gargalhávamos neuroticamente pelas madrugadas que se passou…

A auto piedade é um processo muito hostil e que domina de fato principalmente um  dependente químico.

Principalmente para que ele possa continuar usando mais drogas.

Justificando o uso através desse sintoma!

Tornam-nos  escravos de seu uso, sacrifícios de seu vicio. E parte dele!

‘’Deus dê compreensão a estes ou aqueles que lêem esse tema!’’

Não sou capaz nem mesmo de ter um auto-julgamento.

Só tento alertar o dependente químico que conhece ou não o tema!

Assim como o faria por mim. E o faço!

Para tentar entender…

Buscar mais conhecimento sobre este assunto e, render-se a um tratamento!

A todos aqueles que têm lutado para entrar em recuperação; prestem atenção a esse processo!

É só parte de todo o contexto que está ligado à obsessão e compulsão do uso de álcool e drogas.

Não precisa desistir. Nem deve.

Fortalecendo-se, e unidos, a luta se tornará menos cansativa, mais segura e  a cada dia com mais vitorias.

Pense e passe a acreditar.

Quem me conhece sabe como trabalho tal sentimento.

E não se importem  com algumas durezas, pois com esse assunto não dá para ser diferente!

Há de se respeitar cada história, cada partilha e cada relato a respeito da dependência química.

Os julgamentos ou más interpretações irão afugentar cada um que buscar solucionar o problema.

Como no inicio do texto comentei; o organismo pode estar impregnado de drogas.

O que de fato entendes sobre drogas? Seus caminhos?

Só não dá para aceitar auto piedade como se fosse uma vitimização ( ato pelo qual o uso leva uma pessoa a uma serie de riscos como ser roubado numa ‘’boca’’, agredido estando embriagado, etc ) .

Aos vencedores, que vem lutando contra esse processo hostil, que se transformam rapidamente em vítimas e percebendo isso resistem a briga;  desejo muita fé e força.

A todos aqueles que não têm conseguido mais prudência!

Atentar-se à espiritualidade.

Conscientizar – se quanto sua saúde e paz mental.

Perceber a diferença entre sorrir e estar em paranóia!

Não mais se esconder  em bueiros, porões, fundos escuros…

Sair à luz do dia!! Ah!!!………. luz do dia!………

Ser grato, são!

Lutar,  lutar e lutar!

Dormir e comer bem.

Sexo. Amor e carinho.

Paz.

E humildade !

confira o significado de auto-piedade

2 comentários:

  1. Tamo junto companheira, fortalece ai que fortaleço aqui, abraços de coração.
    Vida

    ResponderExcluir
  2. Caramba li só hj... Adorei...

    Se você for dependente químico e quer saber se você é forte; experimente entrar em recuperação!

    kkk é dureza mesmo.... só os fortes sobrevivem a sobriedade... parabéns

    ResponderExcluir